Quais as principais desvantagens do Santander?

principais-desvantagens-santander

Sumário

Está pensando em abrir conta no Santander? Então fique de olho nas principais vantagens da instituição!

Por mais que uma empresa se esforce para que todos os serviços sejam oferecidos da melhor maneira possível, é impossível que tais esforços agradem a todos. A realidade é que sempre haverá pontos onde alguns clientes enxergarão uma desvantagem, haja vista que cada pessoa é única e possui necessidades diferentes entre si. Diante disso, há algumas desvantagens do Santander que valem a pena serem citadas, e é exatamente isso que faremos nesse artigo. Confira!

Toda empresa está suscetível a erros, uma vez que nenhuma instituição é perfeita. Porém, antes de iniciar o relacionamento com determinada organização, pode ser interessante saber algumas das suas desvantagens. E é exatamente sobre isso que iremos falar.

Dentro desse contexto, é importante destacar um ponto extremamente importante. Em um determinado momento da vida, enxerga-se a necessidade de abrir uma conta bancária. No entanto, é preciso realizar uma pesquisa para saber qual é a opção mais viável para o seu perfil e, dentro dessas análises, é interessante saber quais são as principais desvantagens do Santander, já que isso pode lhe precaver de muitas coisas.

O banco Santander

É verdade que essa instituição é largamente conhecida em território brasileiro, uma vez que atualmente ela é considerada um dos maiores bancos tradicionais no Brasil. Entrementes, isso não significa dizer que se conhece a história da empresa. Inclusive, muitos acreditam se tratar de um banco 100% brasileiro, o que é uma informação extremamente equivocada. Apesar da relevância que o Santander detém no país atualmente, nem sempre foi assim.

Para poder compreender um pouco mais essa história, primeiro é bom salientar que, na realidade, é uma empresa oriunda da Espanha, mais precisamente na província de Santander. Inclusive, foi daí que surgiu o nome para o banco. Inicialmente, a instituição atuava apenas naquela região, mas, com prospecção de alavancar o seu valor de mercado e reconhecimento, acabou se expandindo para outras regiões do país.

Uma informação bem interessante, e que a grande maioria dos clientes não sabe, é que o nome “Santander” decorre da província do qual o banco foi fundado.

Essa expansão aconteceu por meio de aquisições de outras instituições bancárias. Tanto que, em 1919, surgiu o Banco Central Hispano, cujo foi resultado da fusão de oito pequenos bancos comprados pelo Santander. O histórico do Santander é recheado desse tipo de aquisições, visto que essa é uma maneira mais fácil de se conquistar autoridade e reconhecimento em determinadas regiões.

Em suma, trata-se de um grupo bancário global liberado pelo Banco Santander S.A., e, atualmente, é considerado o maior banco da eurozona. Resumidamente, é uma união monetária constituída por 19 estados-membros da União Europeia que resolveram adotar oficialmente o euro como moeda comum. Ademais, o Grupo Santander foi considerado pelo ranking Brandz como a 3º marca mais valiosa da Espanha, avaliado em cerca de 8,756 milhões de dólares.

Como o Santander chegou no Brasil?

Esse é um outro assunto que muitas pessoas se equivocam. E isso acontece porque a grande maioria crê, erroneamente, que o Santander chegou no Brasil apenas depois da aquisição do Banespa, mas isso não é verdade. É inegável afirmar que a instituição passou a ser mais conhecida depois que comprou o Banco do Estado de São Paulo, mas o Santander chegou no Brasil anos antes desse fato acorrer.

Na realidade, a instituição se instalou em território brasileiro em 1997, quando realizou a compra do Banco Geral do Comércio S.A., mas coisas não pararam por aí. Ainda com intuito de atrair mais público, no ano de 1998 a instituição oficializou a compra do Banco Noroeste S.A. Contudo, foi apenas em 2000 que o Santander passou a ser nacionalmente conhecido, visto que foi apenas nesse ano que realizou o que até hoje é considerado a sua maior aquisição.

Essa aquisição é lembrada até os dias de hoje como um divisor de águas, haja vista que foi a partir daquele momento que o Santander engatou os seus serviços e passou a estar cada vez mais presente na vida dos brasileiros.

O primeiro grande negócio foi a compra do Conglomerado Meridional que, na época, foi constituído pelo Banco Meridional e Banco Bozano, Simonsen. O segundo e mais conhecido foi a conquista do leilão de privatização do Banco do Estado de São Paulo S.A. (Banespa), cujo valor foi estimado em R$7,05 bilhões. Esse foi e ainda é considerado o maior feito do Santander, e não é para menos, visto o impacto que essa compra proporcionou.

Atualmente, o banco consta com mais de 40 milhões de clientes e está presente em 12 países. Ademais, o Santander ainda é considerado o principal conglomerado financeiro da América Latina, obtendo posição de destaque no Brasil, Argentina, México e Chile. Diante de tamanha responsabilidade e fluxo de pessoas, é até entendível que a instituição possua algumas desvantagens.

Quais são as desvantagens do Santander?

Como já citado, é impossível uma empresa agradar a todas as pessoas. Sendo assim, toda e qualquer instituição está passível de erros. Inclusive, é fundamental saber quais são as desvantagens do banco, já que essa é uma forma de se precaver e antever as situações. Ninguém gosta de ser pego desprevenidamente, no entanto, quando já se sabe quais são os possíveis problemas, o correntista fica mais preparado.

Ademais, saber quais são as principais desvantagens do Santander é uma ótima forma de decidir se é uma instituição que valha a pena para você. Afinal de contas, é somente ao analisar todas as questões que se pode chegar a algum consenso ou resposta. E pensando em elucidar ainda mais todas essas questões, resolvemos elencar abaixo as principais vantagens do Santander. Confira.

Qualidade dos serviços prestados

Antes de introduzir esse assunto, é interessante que você saiba algumas coisas antes. Apesar de o Santander ser muito conhecido por ser um banco, na realidade ele é muito mais do que isso. O fato é que se trata de uma instituição financeira que oferece diversos outros serviços, como empréstimo, consórcio, seguros etc. Portanto, isso quer dizer que com “qualidade dos serviços prestados”, não nos referimos unicamente a conta corrente ou o cartão.

Tendo esclarecido isso, é interessante salientar que muitos clientes afirmam haver uma demora excessiva em diversos pontos, e um deles é em relação a morosidade para aprovar o empréstimo, por exemplo. É fato que se trata de um assunto um tanto delicado, haja vista que esse tipo de requerimento demanda o recolhimento de documentação e análise do perfil candidato ao empréstimo.

Se analisa bastante antes de solicitar um empréstimo, porém, quando se decide por fazer, o solicitante espera que o dinheiro fique disponível o mais rápido possível. Mas, quanto a isso, o Santander pode deixar a desejar.

Ou seja, é normal que seja um processo um tanto demorado, mas não é raro enxergar relatos afirmando que o tempo é muito mais elevado que em outras instituições. Geralmente, quando se pede empréstimo, é sinal de que o solicitante precisa do dinheiro com certa urgência. No entanto, quando essa solicitação demora um pouco para ser respondida, é até comum que se sinta um pouco frustrado.

Ademais, outro exemplo digno de ser citado é o fato de, por vezes, o Santander não honrar com algo que foi firmado. Por exemplo, pode ocorrer de o correntista ter alguma inadimplência financeira e, nesse caso, existe a possibilidade de tentar fazer um acordo. No entanto, mesmo esse acordo tendo sido firmado, alguns correntistas afirmam que a instituição não honrou com a sua palavra, fazendo com que o titular da conta tenha que ligar novamente para a instituição e resolver esse transtorno.

ID Santander

Esse tópico necessita de uma certa contextualização. Primeiro de tudo, não estamos dizendo que o ID Santander em si é ruim, mas muito pelo contrário. A realidade é que essa ferramenta é bastante interessante, haja vista que ela proporciona bastante comodidade aos correntistas. Aos que não sabem, o ID Santander basicamente é um sistema que serve para autenticar a identidade do titular da conta.

Ou seja, para que se possa fazer qualquer tipo de transação bancária, é estritamente necessário cadastrar o id. É somente com ele que se torna possível transferir ou pagar contas, por exemplo e, sem essa autenticação, não é possível fazer praticamente nada na conta, e é aí que entra o problema. Na teoria, se trata de uma ideia bastante agradável e que gera bastante segurança, mas, na prática, alguns problemas acontecem.

Não é nem um pouco incomum ouvir relatos dos próprios correntistas afirmando que algum tipo de problema com essa ferramenta ocorreu. Alguns dizem que o id simplesmente parou de funcionar, obrigando o correntista a realizar uma nova autenticação. De certa forma, isso já gera um certo transtorno, ainda que seja uma situação simples de ser resolvida. Mas, infelizmente, as coisas não param por aí.

Eventualmente algum sistema pode sofrer de instabilidade, e isso é até compreensível, visto que nem tudo é 100% estável. No entanto, quando o problema começa a ser frequente, torna-se motivo de desgosto, fazendo com essa seja uma grande desvantagem.

Os verdadeiros contratempo acontecem de outra forma. É mais comum do que se imagina que essa ferramenta simplesmente pare de funcionar, sem nenhum motivo aparente. E esse é um problema bastante grave, visto que sem essa autenticação a conta fica praticamente inutilizável. Portanto, supondo que você tenha uma conta a pagar e o id Santander pare de funcionar, você não irá conseguir fazer o pagamento.

Ainda outros reclamam pelo fato de não conseguirem habilitar o ID Santander em um novo aparelho celular. Dessa forma, acabam não conseguindo acessar o aplicativo Way. E as reclamações não param por aí, pois aliado a esses problemas, ainda se pode adicionar a dificuldade em desbloquear o cartão e cadastrar a biometria. Os transtornos que esses problemas causam são tantos que muitos correntistas cogitam fechar a conta no Santander.

Mau atendimento

Dentre todos os problemas que uma empresa pode ter, certamente um dos mais prejudiciais diz respeito ao atendimento de qualidade inferior, e esse é um fato que deve ser falado acerca do Santander. É verdade que essa não é uma característica somente dessa instituição, visto que essa é uma fama dos demais bancos tradicionais brasileiros, mas isso é uma coisa que não pode deixar de ser falada.

Dentre todos os problemas no que tange o atendimento, certamente o que possui unanimidade no quesito frustração é sobre a demora para ser atendido. As longas filas das agências já se tornaram quase como algo comum, mesmo que a resolução do problema seja simples. Contudo, essa demora para ser atendido ocorre também nos canais telefônicos, causando bastante impaciência.

Além da demora para ser atendido nas agências físicas, o problema persiste nos atendimentos online. Além da morosidade em ter o problema resolvido, também pode acontecer de cair com um atendente que não está apto para resolver as suas pendências.

Mas esse não é o único problema. Na realidade, para além da incessante demora para ser atendido, ainda tem o agravante de, por vezes, o atendente não ser tão solícito assim. Relatos de funcionários impacientes, despreparados ou rudes são mais comuns do que se pensa, e esses são destratos capazes de desanimar qualquer um. Tanto que a motivação para encerrar a conta no Santander é justamente o atendimento.

Ainda é possível afirmar que muitos dos atendentes não possuem grande competência, haja vista que, ao falar sobre algo específico, muitos mostram não compreender em sua plenitude o assunto. Ademais, também é bom salientar que esses problemas acontecem também com clientes segmentados, e não apenas com os clientes do tipo varejo. É claro que a incidência é muito menor, mas não inexistente.

Inconsistência nos sistemas

Esse é um problema que afeta muito negativamente a experiência do usuário, e por esse motivo é muito prejudicial. É verdade que o Santander não é um banco digital, portanto, nem tudo é resolvido de maneira online. Contudo, a instituição está tentando se encaixar nos novos padrões de exigência dos clientes e, sendo assim, procura desenvolver alguns sistemas que acarretem maior comodidade aos correntistas.

Trata-se de uma motivação um tanto quanto nobre, visto que o que se está em voga é a satisfação do cliente. Entrementes, nem tudo sai como o planejado, visto que diversos dos sistemas do Santander apresentam bastante inconsistências. Em tópicos anteriores, já falamos sobre os pormenores decorrente do ID Santander, mas há diversas outras ferramentas que apresentam problemas semelhantes ou até piores.

A exemplo disso, cita-se o internet banking, algo que várias outras instituições também implementaram. O IB é bastante necessário, uma vez que, caso o cliente não possa utilizar o celular, ele consegue fazer algumas coisas por intermédio dessa plataforma. No entanto, mesmo sendo algo extremamente usual, não é possível fazer elogios quando a ferramenta fica constantemente indisponível ou fora do ar.

Retornando ao que já foi falado, é normal que eventualmente aconteça algum problema, mas há diversos problemas que decorrem desse fato, como as inconsistências nos sistemas. Isso acaba criando bastante frustração, pois impede de que o usuário realize alguns serviços e funcionalidades.

E esse não é o único sistema que apresenta esse tipo de inconsistência, pois o aplicativo para celular também é acometido pelas mesmas instabilidades. Inclusive, é possível encontrar críticas a respeito do app na própria página de download, bem como diversos bugs que impossibilitam a conta de ser usada. Muitos ainda afirmam não conseguirem cadastrar a senha multicanal do App Santander Way, enquanto outros simplesmente não conseguem acessar o aplicativo.

Outra coisa que não pode ficar de fora é que o aplicativo do Santander, por vezes, não registra as atualizações cadastrais. Eventualmente você pode mudar o número de telefone, endereço, e-mail etc. E, quando isso ocorre, é fundamental que as novas informações sejam atualizadas, mas, devido aos bugs, pode ocorrer de você ter que fazer esse procedimento mais de uma vez, visto que nem sempre o app registra.

Nenhum sistema é perfeito, portanto nenhum está impassível de falhas. Em vista disso, é compreensível que vez ou outra algum pormenor ocorra. Mas, quando a incidência dos mesmos problemas é grande, se torna impossível de não ficar minimamente irritado, e todas as inconsistências que aqui foram apresentadas, infelizmente, são mais comuns do que se pensa.

Cobranças indevidas

Todos os tópicos até então apresentados são dignos de fazerem com que o correntista queira cancelar a sua conta. Porém, sem sombras de dúvidas esse é o que causa mais espanto entre os titulares. Isso porque, quando desconhecemos alguma compra da fatura do cartão de crédito, a primeira coisa que se passa pela cabeça é que, de alguma forma, os seus dados foram roubados.

É verdade que esse tipo de coisa pode acontecer, no entanto, nem sempre é essa a justificativa. Os tipos de cobranças indevidas vão além dessas compras não reconhecidas. Na realidade, alguns clientes afirmam que o próprio Santander os tarifou sobre um serviço que não foi solicitado. A exemplo disso, pode-se citar a cesta de serviço. Alguns clientes optam pelo pacote essencial, o que é gratuito.

No entanto, ao averiguarem a fatura do cartão, é possível enxergar a cobrança de uma cesta, coisa que nem sempre o correntista solicitou. Fora isso, também deve- dizer que em diversas situações a empresa demora para realizar o estorno de alguma compra, mesmo o titular afirmando que se trata de uma cobrança que não era para ter acontecido. Esse tipo de situação afeta a confiança depositada na empresa e, diante disso, alguns decidem por abandonar a instituição.

Isso quer dizer que o Santander não é uma opção viável?

Ao ler todos os tópicos apresentados acima, é possível que você tenha concluído de que não se trata de uma instituição viável. No entanto, não é bem assim. Apesar das desvantagens que apresentamos aqui, o Santander também tem muitos outros benefícios, e cabe a você pesquisar mais afundo e decidir se essa é a opção mais aconselhável levando em consideração o seu perfil.

O intuito desse artigo não é, de forma alguma, dizer que essa é uma instituição do qual não vale a pena firmar um relacionamento bancário. Tanto que, se isso fosse verdade, simplesmente não teria sentido o Santander ter cerca de 40 milhões de clientes. Se todo esse número resolveu manter ativa a conta nessa instituição, é sinal de que alguma coisa boa o Santander tem a oferecer.

É fundamental, antes de tirar uma conclusão, pesquisar mais a fundo sobre qualquer assunto. Afinal de contas, apesar de todos os problemas relatados, o Santander continua conseguindo clientes a cada dia que passa.

O real motivo desse artigo é apenas fazer com que você tenha um conhecimento prévio do que pode acontecer com a sua conta. Já que, dessa forma, você não será pego desprevenidamente. Ademais, não é possível afirmar com precisão que essa é uma instituição inviável, pois cada pessoa possui um perfil e expectativas diferentes. Portanto, ainda que essa conta não sirva para você, certamente ela será perfeita para um outro perfil de pessoa.

Portanto, recomendamos que, antes de tirar conclusões mais embasadas, avalie outros pontos da instituição, bem como os seus benefícios e o que o banco oferece. Somente com uma pesquisa mais holística é que se torna possível obter uma resposta mais segura. O post termina por aqui, mas se você gostou do assunto apresentado, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essas informações!

Gostou? Compartilhe com os amigos!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Rolar para cima