Como escolher um gerador de ozônio medicinal? Saiba quais cuidados tomar!

A ozonioterapia é um método que vem sendo estudado desde o século 19. Com anos de estudos e testes, muitos conselhos profissionais já regulamentaram e aprovaram o uso deste método no país! 

É o caso do conselho de Farmácia, Medicina Veterinária, Odontologia, Fisioterapia, entre outros. Na América Latina e Estados Unidos, o uso do ozônio para fins medicinais já é feito há anos.

No Brasil, essa técnica está se popularizando, mas já é possível encontrar gerador de ozônio medicinal e outros elementos que fazem parte do tratamento. 

Como tudo que é novo, muitos profissionais ainda estão estudando a melhor forma de usar esse método durante suas atividades. 

Ozonioterapia funciona como um grande guarda-chuva, com dezenas de tratamentos para diferentes áreas médicas e estética. Mas, afinal, o que é essa terapia de ozônio? 

A seguir, entenda o que é ozonioterapia e como esse método é aplicado em prol da saúde das pessoas. Confira também como os geradores de ozônio funcionam, dado que são peças chaves para a aplicação do ozônio em diversos tratamentos.

Como a ozonioterapia funciona?

É importante deixar claro que ozonioterapia não é um método alternativo e tampouco um experimento. 

Embora o nome seja diferente, pouco conhecido pela grande maioria dos brasileiros, é uma técnica regulamentada e eficiente.

A ozonioterapia usa o componente ozônio medicinal, que nada mais é do que a junção de 3 moléculas de oxigênio puro – que é diferente do que respiramos, porque este é repleto de toxinas e efeitos negativos da poluição. Sendo assim, não pode ser usado em terapias como essa.  

O ozônio medicinal tem diversas propriedades que fazem bem para a saúde das pessoas (como uma ação anti inflamatória, antisséptica, antioxidante, entre outras). 

São propriedades que proporcionam uma série de vantagens para as pessoas e, por isso, existem tantos tratamentos com esse componente. 

O ozônio também melhora a circulação sanguínea, a oxigenação dos tecidos e acelera a cicatrização de feridas. 

No campo estético, a ozonioterapia pode ser usada para o cabelo, pele e até mesmo para o emagrecimento saudável. A questão é: como um só componente pode ser tão vantajoso para diferentes tipos de tratamento? 

Além de suas propriedades, a ozonioterapia tem diferentes formas de aplicação. O ozônio pode ser usado por meio dos óleos ozonizados, por auto hemoterapia, injeção direta no músculo, entre as vértebras ou articulações e por insuflação retal, nasal, vaginal ou bucal.

Independentemente da forma, a ozonioterapia deve ser aplicada por enfermeiros ou profissionais da área médica especializados – exceto pelos óleos ozonizados.

A grande maioria dos tratamentos medicinais feitos com ozônio devem ser recomendados por médicos, então, não faça ozonioterapia sem antes consultar um profissional. 

O ozônio medicinal é produzido a partir de um gerador de ozônio, uma máquina específica para gerar esse componente. Isso porque, embora seja composto por oxigênio, é preciso que aconteça a junção de 3 moléculas para se tornarem ozônio.

Outro fator é que para uso medicinal é necessário utilizar oxigênio puro, o qual não encontramos na nossa atmosfera. Entenda como essa máquina funciona!

Como um gerador de ozônio funciona?

Os geradores de ozônio são máquinas apropriadas para a produção desse componente de forma automática. Basicamente, o profissional precisa apenas ligá-las e pronto. O restante do processo é feito sozinho.

O gerador de ozônio produz o gás ozônio de maneira artificial. O processo é feito da  seguinte maneira: a máquina captura oxigênio (O²) puro e quebra a ligação molecular da molécula. 

Quando essas ligações são separadas, as moléculas tornam-se instáveis e conseguem ser juntadas com outras moléculas de oxigênio inteiras, formando o tri-oxigênio, também conhecido como ozônio (O³).

O aparelho é essencial para a ozonioterapia, dado que faz essa produção de forma precisa, dado que cada tratamento e paciente exige concentrações de ozônio diferentes. 

Cuidados ao comprar um gerador de ozônio

Ozonioterapia é um assunto sério, que envolve questões de saúde e segue uma janela terapêutica com concentrações diferentes que podem ser usadas para modulação do organismo, estímulo ou até mesmo para supressão do indivíduo. 

Se o controle da concentração do aparelho não for confiável, por exemplo, o profissional pode acabar aplicando o método errado no paciente. Isso é muito grave!

Considerando essa questão, o aparelho deve ter muita qualidade e referência no mercado. 

O primeiro cuidado é analisar se o aparelho tem registro da Anvisa. Esse selo garante que o equipamento passou por diversos testes e inspeções antes de ser comercializado. 

Além disso, tenha preferência por lojas confiáveis, com referência no mercado. 

Se precisar, entre em contato com profissionais da área ou atendentes de lojas especializadas nesse aparelho. Assim, conseguirá escolher a máquina mais indicada para determinada atividade. 

Existem empresas 100% brasileiras que oferecem esses produtos. Prefira sempre as que te oferecem produtos seguros e de qualidade comprovada.