Viagem Internacional: 6 Coisas Para Fazer Antes de Embarcar

Fazer uma viagem internacional é realmente uma grande experiência. Porém, para que tudo saia dentro do esperado é necessário um bom planejamento.

E neste planejamento, é essencial se atentar a alguns pontos, estes dos quais falaremos agora.

Portanto, continue acompanhando a leitura para saber quais são!

6 coisas para fazer antes de embarcar para sua viagem internacional

1. Pesquisar bastante

Toda viagem internacional, além do planejamento, exige uma boa pesquisa, afinal, você estará indo para um outro país e muita coisa pode ser diferente daqui.

Portanto, antes de viajar é essencial que você faça pesquisas a respeito do destino! 

Por exemplo, quais os costumes e hábitos dos moradores locais, qual o clima do país, o que pode e o que não pode fazer, quais os principais lugares e pontos turísticos para visitar, quais comidas típicas experimentar, quais as leis, regras, curiosidades, etc.

Saber dessas e outras informações é de suma importância, pois assim você chegará muito mais preparado no destino. 

Você não quer passar por perrengues ou cometer gafes estando em outro país, certo? 

Então acesse sites, blogs, veja vídeos no YouTube e fique bem informado sobre o destino que irá!

2. Providenciar a documentação

Sair do país não é algo simples, que você pode fazer quando quiser. Há algumas questões burocráticas em relação a isso.

Portanto, antes de viajar você precisa providenciar toda a documentação necessária para que possa embarcar. Caso contrário, você não irá a lugar algum.

E qual seria essa documentação? O básico, para a maioria dos países, é um passaporte válido. No entanto, dependendo do destino, talvez você precise também de um visto e/ou de um certificado internacional de vacinação.

Por isso, verifique essas questões para não ter dor de cabeça depois.

Até porque, se você não tiver um passaporte válido, um visto ou não tiver tomado alguma vacina necessária, você terá que se virar para providenciar isso o quanto antes.

De forma alguma deixe isso para última hora.

3. Comprar as passagens

Se você vai fazer uma viagem internacional, obviamente você precisará de passagens para poder viajar.

Portanto, com antecedência, pesquise os preços de passagens, acesse sites que fazem comparações e ajudam você a encontrar boas ofertas e baixe aplicativos que oferecem promoções, cupons e monitoram valores.

Dessa forma, você terá muito mais chances de encontrar bons preços.

4. Fazer reservas

Uma viagem internacional precisa de algumas reservas. Por exemplo, da hospedagem, de carro (caso você queira dirigir no destino), de restaurantes, de passeios e atrações, etc.

Já pensou chegar no destino e ao ir comprar um ingresso para uma determinada atração, descobrir que está esgotado? Situação nada agradável, não é mesmo?

Por isso, reserve tudo o que for possível antes de viajar. Assim, você terá mais segurança e garantias em relação ao que pretende ver e visitar.

Além disso, uma outra reserva importante refere-se ao dia da viagem.

Se você for, por exemplo, de São Paulo e no dia da viagem for com seu carro até o aeroporto, é interessante que algumas semanas antes você reserve uma vaga em um estacionamento aeroporto Guarulhos.

Sabe por que? Porque o estacionamento do próprio aeroporto é mais caro. Logo, se você deixar o seu carro nele, pagará bem mais.

No entanto, saiba que há ótimas opções próximas do aeroporto, com preços e condições bem mais atrativas.

Dessa forma, ao deixar o seu veículo em um desses lugares, você economizará e garantirá que seu veículo esteja em um local seguro enquanto viaja.

5. Contratar um seguro viagem

Como você sabe, imprevistos podem acontecer. Por isso, não saia do Brasil sem antes contratar um seguro viagem.

Dessa forma, se houver algum problema em sua viagem, o seguro poderá cobri-lo. E isso vale desde perda de bagagem até atendimento médico no exterior.

Você já viu quanto custa uma consulta nos Estados Unidos ou em países da Europa? São valores bem altos! Logo, se você não tiver um seguro e precisar deste tipo de serviço, terá que desembolsar do próprio bolso!

Por isso, faça pesquisas, veja os tipos de seguros disponíveis e contrate aquele que mais faça sentido para você.

É melhor prevenir do que remediar.

6. Comprar a moeda local

Como você vai comprar ou pagar coisas no país que estiver? Usando a moeda local! Seja dólar, euro, libra, peso, etc.

Portanto, antes de viajar você precisa acompanhar o câmbio e ir comprando a moeda local aos poucos, por exemplo, em uma casa de câmbios. Assim, você tem mais chances de fazer um bom negócio.

Já pensou se você compra tudo de uma vez e alguns dias depois os valores ficam mais baixos?

Além disso, não leve somente dinheiro em espécie. Busque outro meio para realizar pagamentos, como um cartão pré-pago internacional ou um cartão de débito ou crédito (você precisará entrar em contato com seu banco para desbloqueá-los).

Isso porque, se você perder o dinheiro em espécie ou for roubado, você não ficará “zerado” no destino. Imagine passar por esse perrengue estando em outro país?!

Dicas rápidas

Para finalizar, separamos algumas outras dicas importantes para você:

  • Tire eletrônicos da tomada quando for sair de casa (dia da viagem);
  • Monte sua mala de maneira inteligente e objetiva. Pense no clima do destino ao escolher suas roupas;
  • Coloque na parte exterior da sua bagagem algo que a diferencie de outras;
  • Sepe um kit de remédios básicos para levar;
  • Leve adaptadores de tomada e verifique as voltagens;
  • Não esqueça dos carregadores de celular, notebook, etc.
  • Compre um chip local para poder usar a internet do seu celular e não depender apenas de Wi-Fi;
  • Cuide bem do seu dinheiro. Anote todos os seus gastos;
  • Monte um roteiro com os lugares que queira ir;
  • Tenha cópias impressas e digitais de seus documentos e comprovantes;
  • Saiba pelo menos o básico do idioma local;
  • Baixe aplicativos no seu celular como Uber, Waze e Google Tradutor (talvez você precisa deles);
  • Leve algo para passar o tempo no voo, como um livro;
  • Não compre moeda estrangeira no aeroporto, pois as taxas são bem altas;
  • Se possível, faça o check-in online, assim você agiliza as coisas e ganha tempo;
  • E no dia da viagem, chegue cedo no aeroporto, pelo menos umas 3 horas antes do seu voo.

Assim, seguindo as dicas abordadas neste artigo, você se dará muito bem em sua viagem internacional!

E se você gostou do artigo, compartilhe-o com outras pessoas! Dessa forma, todo mundo se ajuda e fica bem informado.