Dor nas costas: conheça 5 tipos de dor e o que elas podem ser

Sentir dor na coluna é um sintoma bem comum e que todo mundo vai ter na vida. Por ser o principal mecanismo que ajuda o ser humano a realizar movimentos e a se locomover, a coluna vertebral pode vir a sofrer com excesso de peso e má postura. Muita das dores nas costas tem origem muscular, mas elas também podem indicar algum outro problema.

Dores nas costas podem ser o indicativo de outras doenças como infarto, pedras nos rins e até mesmo doenças respiratórias. É necessário prestar atenção em que região da coluna a dor surge e se ela responde em alguma outra parte do corpo. Vamos a 5 tipos de dor na coluna e que indicativo de problemas elas podem ser.

Dor nas costas que irradia para a barriga

Nas nossas costas também estão outros órgãos muitos importantes e que quando doentes podem gerar dores. Os rins são um deles. Durante uma crise renal é comum um dos sintomas ser a dor nas costas mais para o final dela, do lado esquerdo ou direito que é onde está os rins.

Quando a crise renal é grave ou em casos de infecção urinária é comum que essa dor nas costas irradie para a barriga, pois é ali que estão os outros órgãos do sistema urinário, como a bexiga e ureteres. Outras doenças que também causam dor nas costas e na barriga são a pancreatite, doenças intestinais, inflamação na vesícula e lombalgia.

Ou seja, ao sentir esse tipo de dor o recomendado é procurar um médico com urgência pois pode ser uma pedra no rim ou uma infecção grave e nesses casos o melhor é agir em curto período de tempo.

Dor nas costas ao respirar

Sentir dor nas costas ao respirar está relacionado a doenças pulmonares ou ao coração. Contudo, nem sempre isso significa que possa ser algo grave. As vezes é só o caso de um resfriado ou uma gripe. Porém, se a dor persistir por 3 dias é necessário consultar um médico.

No caso da pneumonia, além da dor nas costas ao respirar, a pessoa ainda pode apresentar tosse, coriza, febre e dificuldade para respirar.

Já no caso de infarto a dor pode vir muito intensa, como se fosse um aperto, e irradiar para um dos braços provocando formigamento. É comum sentir enjoo e muito mal estar também.

Dor nas costas quando acorda

Esse é um sintoma típico de problemas musculares e de má postura. Quando fazemos atividades físicas ou quando exigimos muito movimento da coluna, acordar sentindo dor nela é um efeito colateral comum.

Contudo, isso também pode indicar algum problema mais sério de má postura ou de lesões na estrutura da coluna como uma hérnia de disco ou algum deslocamento de vértebra.

Nesses casos mais simples, um alongamento, um relaxante muscular ou um anti-inflamatório costumam resolver o problema. Caso a dor persista ou até piore, um médico especialista em coluna deve ser procurado para que ele investigue o motivo da dor.

Dor nas costas que irradia para perna

Esse é um sintoma típico da dor ciática. Os nervosos ciáticos se formam na coluna percorrendo a região do glúteo e perna. Quando essas raízes nervosas estão irritadas, seja por conta de uma hérnia de disco ou por outro motivo, ela causa dor na lombar que irradia para a perna, queimação, adormecimento, sensação de agulhas perfurando e fraqueza e dificuldade de movimentar a perna.

Para se ter certeza que essa dor seja do nervo ciático e não de outras doenças como osteoartrose, osteoporose e neoplasias, é necessário consultar um médico e realizar exames de imagem.

Dor nas costas na gravidez

Durante o período gestacional a barriga pode crescer até quarenta centímetros o que foge da estrutura normal da coluna. Além disso, o corpo da mulher começa a produzir em aumento a progesterona e a relaxina na corrente sanguínea e isso faz com que os ligamentos da coluna e do sacro fiquem mais frouxos. Tudo isso sobrecarrega a coluna e acaba causando muitas does e desconfortos nas costas.

Contudo, esses problemas podem ser contornados e aliviados. Atividades físicas como pilates e yoga ajudam muito a aliviar a dor, além de fisioterapia. Massagens, não engordar mais que 10kg, dormir em um colchão adequado e usar sapatos confortáveis que tenham amortecedor costumam diminuir as dores nas costas. Apesar das dores nas costas serem um sintoma bastante comum, é importante se atentar aos sinais que nosso corpo dá e não tarde procurar um médico quando essas dores forem persistentes. Fazer exercícios físicos, manter uma boa postura e uma rotina saudável são o caminho certo para não sofrer de dores na coluna ou de problemas mais sérios no futuro. Cuide-se bem e não tarde em consultar um médico especialista em coluna quando necessário.