Micro-ondas ou forno elétrico: qual vale mais a pena?

Depois de encontrar a casa ou apartamento ideal junto à imobiliária, é hora de começar a mobiliar o imóvel, comprando móveis, eletrodomésticos, objetos decorativos, etc. Contudo, sabemos que a cozinha é o principal cômodo de uma residência, visto que boa parte das pessoas tem o costume de preparar suas próprias refeições. Justamente por isso, um cuidado maior deve ser tomado com esse cômodo. Alguns itens são fundamentais, como geladeira e fogão, mas outros podem causar dúvidas, como o micro-ondas e forno elétrico. Portanto, se você não sabe qual escolher, continue acompanhando o post de hoje e entenda melhor suas diferenças para garantir a escolha ideal. 

Micro-ondas

O micro-ondas funciona por meio da emissão de ondas eletromagnéticas que agitam as moléculas de água dos alimentos, gerando o calor necessário para cozinhar ou esquentar algo já previamente preparado. Inclusive, é justamente sua forma de preparo que acarreta nas principais vantagens do aparelho, como por exemplo a agilidade no preparo, sendo a melhor opção para quem tem rotina agitada. Além disso, alguns modelos possuem funções pré-programadas para certos tipos de alimentos, como pipoca, massas ou brigadeiro, facilitando o preparo e reduzindo o consumo de energia.

O tamanho de um micro-ondas não costuma variar muito, sendo que a capacidade interna geralmente fica entre 20 e 35 litros, sem contar com as opções de embutir, que oferecem um espaço mais interessante para grandes preparos. Contudo, por ser de uso pontual, não há necessidade de ter capacidade maior do que o que já existe. 

Não podemos deixar de lembrar ainda que o micro-ondas pode ter algumas desvantagens, como por exemplo a dificuldade de esquentar os alimentos de maneira uniforme (dependendo do tipo), fazendo com que as partes externas fiquem mais quentes do que o interior. Além disso, não é possível levar certos materiais ao aparelho, como metais ou alumínio. Por fim, outra desvantagem do item é que, dependendo da receita, o micro-ondas pode ressecar os alimentos, sendo indicado para preparar comidas congeladas ou aquecer os alimentos já prontos, como falamos anteriormente. 

Forno Elétrico

O forno elétrico funciona pelo aquecimento de uma ou mais resistências, tendo como principal característica o preparo dos alimentos de forma mais natural, mantendo o interior macio e suculento e o exterior crocante. Além disso, um dos principais benefícios de apostar no forno elétrico é que ele não exige a utilização do gás de cozinha, eliminando a dependência de botijão ou gás encanado. Portanto, o forno elétrico é mais indicado para receitas que precisam dourar, gratinar, assar ou até serem mais elaboradas, como carnes, massas, tortas ou bolos. 

Para utilizar o forno elétrico, basta conectá-lo à tomada, configurar a temperatura e o timer. Inclusive, justamente por sua tecnologia, o forno elétrico pode ser usado para o preparo dos mais diferentes tipos de alimentos, sendo extremamente prático, além de deixar os pratos muito saborosos. Vale lembrar ainda que o forno elétrico pode ser usado também para esquentar refeições pontuais, com os fornos elétricos portáteis ou criar uma receita do zero com os fornos de maior capacidade. Outro ponto importante que merece destaque, é sua capacidade de esquentar o alimento de maneira uniforme, evitando que partes fiquem muito quentes e outras frias. Além disso, conta com diferentes tipos de capacidade para se adequar às necessidades de cada usuário.

Mas, da mesma forma que o micro-ondas, o forno elétrico também possui desvantagens. A principal é o fato de que o tempo de cozimento é um pouco maior quando comparado com o do forno a gás, além de consumir mais energia que o micro-ondas. Também é importante destacar que, devido ao aquecimento, são raros os modelos que conseguem operar em uma voltagem diferente a 220v.

Forno elétrico ou micro-ondas: qual o melhor?

Bom, se você chegou até aqui, provavelmente entendeu que não existe uma opção melhor do que a outra, mas sim aquela que melhor se adequa às suas necessidades e preferências do dia a dia. Por exemplo, para quem gosta de preparar receitas mais elaboradas, como bolos, tortas, carnes e lasanhas, o forno elétrico é a melhor alternativa. Por outro lado, o micro-ondas é ideal para quem preza por agilidade e praticidade, sendo indicado para aquecer e descongelar alimentos, preparar comidas congeladas, etc. 

Sendo assim, no cenário ideal, o recomendado é ter as duas opções, visto que se complementam. Contudo, sabemos que as coisas não funcionam dessa forma para todos. Por isso, avalie suas necessidades e prioridades, entendendo a rotina da família e o que realmente faz sentido para vocês. Ou seja, para quem prefere cozinhar com calma e tem tempo para isso, invista no forno elétrico. Agora, se a sua rotina é bastante corrida e costuma comprar marmitas e outros pratos congelados, opte pelo micro-ondas. 

Então, agora que você conhece melhor as diferenças entre o micro-ondas e forno elétrico, já pode escolher qual mais se encaixa em sua realidade.

Comentários estão fechados.