Close

O que é Google Ads e como funciona?

google-ads-como-funciona

Você sabe o que é Google ads? Se ainda não sabe ou tem alguma dúvida então está no lugar certo. O Google ads trata-se de uma ferramenta que o Google possui voltado para a publicidade. Com ele, é possível anunciar produtos e serviços nesse buscador.

Campanhas, anúncios podem ser criados, o acesso a página monitorado e ainda é possível receber ajuda dos especialistas de marketing através do aplicativo.

Já deu para perceber que esta é uma ferramenta muito interessante não é mesmo?

Então a resposta para o que é Google ads, de forma resumida, é que ele é uma ferramenta que ajuda a ganhar mais visibilidade e, consequentemente, alcançar mais clientes.

Afinal, o site aparecerá na primeira página desse buscador que é o mais conhecido e utilizado do mundo. Vamos conhecer alguns detalhes dessa ferramenta Google?

O que é Google Ads?

Vamos entender completamente o que é Google Ads? O primeiro ponto a saber é que ele é voltado para a publicidade online. Através dele você pode anunciar não apenas seu site como também o serviço ou produto que comercializa.

Dessa forma, ele vai aparecer no resultado pago do Google e na primeira página.

Também vai aparecer nos sites e aplicativos parceiros do Google e até mesmo em outras plataformas. Até mesmo no Youtube seu anúncio irá aparecer.

Mas como funciona? Através do aplicativo ou site os anúncios são criados pelo anunciante e assim eles serão exibidos no topo dos resultados da página de busca em forma de link patrocinado. Seu anúncio pode se destacar dentro de um público mais segmentado.

Você vai investir em uma audiência mais qualificada e que realmente possua relação com o negócio que possui. Através dos cookies e das palavras-chave é possível determinar onde deve ocorrer a exibição dos anúncios.

Para que serve o Google Ads?

Basicamente, o Google Ads é uma plataforma que o Google possui cujo objetivo é fazer anúncios. Ela permite que sejam criados anúncios que serão veiculados nos mais variados locais da internet.

Através dessa plataforma é possível divulgar serviços e produtos na internet de forma eficiente e rápida.

Para isso, é preciso pagar por cada clique que é dado por um internauta no seu anúncio. Ao clicar, ele será direcionado para sua página e poderá visualizar seu conteúdo ou fazer uma ligação para sua empresa.

Como anunciar no Google Ads?

A plataforma do Google Ads conta com quatro formas principais de fazer os anúncios. Vamos conhecê-las?

Anúncios nos resultados da pesquisa

Talvez você já tenha reparado que ao pesquisar algo no Google ele sempre retorna os resultados e vários anúncios relacionados com determinadas palavras-chave. Sabe onde ficam localizados?

No início, de forma destacada e também no fim. Eles possuem uma legenda pequena de “Anúncio” indicando que se trata de link patrocinado.

Este é um formato muito interessante para quem deseja alcançar pessoas que estão interessadas em determinado serviço, solução ou produto em específico.

Sua principal vantagem está no fato de que o anunciante somente fará o pagamento quando o link do resultado for clicado por uma pessoa. Se conseguir planejar bem esses anúncios eles trarão uma ótima relação de custo e benefício.

Rede de display

Esse tipo de campanha alcança cerca de 90% dos internautas no planeta. É encontrado nas páginas de notícias, blogs e websites e, juntas, recebem o nome de Rede de Display.

Esses anúncios gráficos possuem opções para palavras-chave, remarketing, informações demográficas e segmentação. Assim é possível incentivar o público a considerar as ofertas que você lança, realizar alguma ação e, principalmente, notar sua marca.

A publicidade gráfica pode ser feita de diversas maneiras como:

  • Texto – Similar ao banner – Os anúncios possuem formato de uma “caixa de texto” e possuem título, descrição, nome da empresa e URL;
  • Banner – Anúncios gráficos que podem ser elementos interativos, imagens, layouts personalizados, animações entre outras opções;
  • Aplicativo – Anúncios que possuem semelhança com aplicativos voltados para os dispositivos móveis;
  • Gmail – Anúncios personalizados que são encontrados no Gmail e que podem ser vistos na caixa de entrada.

Anúncios do YouTube

Sabe aqueles anúncios que aparecem quando você está assistindo um vídeo no YouTube? É justamente deles que estamos falando. Esses anúncios podem aparecer no início ou a qualquer momento do vídeo.

Você, como um anunciante, pode criar suas campanhas para que sejam veiculadas em vídeos no YouTube.

Selecione seu público-alvo de acordo com idade, sexo, interesses, local entre outros parâmetros. Ah, um detalhe importante quanto aos anúncios do YouTube é que você somente irá pagar quando houver interação com sua campanha.

Quando a pessoa pular o anúncio antes dos 30 segundos ou do fim não será necessário que você pague.

Anúncios em aplicativos

Esse tipo de anúncio é veiculado para quem já possui aplicativos. É voltado para quem deseja aumentar seu alcance através da plataforma Google.

Basta fazer uma configuração rápida e o anúncio será veiculado no aplicativo para os usuários tanto do Android quanto do iOS.

Isso vai fazer com que seu anúncio alcance pessoas que estão presentes na rede que o Google possui. Ou seja, Google Play, YouTube, Pesquisa Google e demais sites e aplicativos voltados para dispositivos móveis veicularão seu anúncio.

Como configurar o pixel do Google Ads?

O pixel Google Ads trata-se de uma ferramenta que pode ser utilizado com dois tipos de trackings, o conversion e o remarketing. Para configurar o Ads para o remarketing alguns passos precisam ser seguidos. São eles:

  • Acessar a plataforma do Google Ads e clicar em ferramentas;
  • Entrar em Biblioteca Compartilhada e em seguida clicar no Gerenciador de públicos-alvo;
  • Clicar no botão de Origens de público-alvo que se encontra na lateral esquerda. Nele há o conjunto de origens que podem ser utilizadas para criar as listas de remarketing;
  • Dentro do cartão “Tag do Google Ads” há o botão Configurar Tag que deve ser clicado. Para quem nunca configurou uma tag poderá fazer a escolha de audiência padrão ou parâmetros específicos. Quem já utilizou irá em Editar Origem que se encontra nos três pontinhos no lado superior direito;
  • Clicar no botão Salvar e Continuar;
  • A tela de instalação irá aparecer com snippet do evento e tag global do seu site. O código pode ser copiado, mas se quiser pode fazer o download, usar o Gerenciador de tags ou até enviar por email.

Como usar o Google Ads para aumentar as vendas como afiliado?

Para trabalhar como um afiliado é interessante que você tenha seu próprio espaço para poder direcionar os anúncios. Uma ótima ideia é ter um mini-site cujo custo é bem inferior ao de um site comum e não precisa ser alimentado com frequência como ocorre com os blogs.

Assim você poderá criar os anúncios, fazer a configuração do remarketing e até rastrear os usuários. A partir daí você irá direcioná-los até o produto ou empresa que apoia.

Também terá dados valiosos em suas mãos que te ajudarão a planejar a próxima campanha.

Para que as vendas como afiliado aumentem você deve criar campanhas que sejam atrativas. Para isso, você deve ter atenção a certos pontos:

  • Título – deve conectar o leitor ao seu produto ou serviço. Deve ser sucinto e chamativo;
  • Descrição – utilize para levá-lo a conhecer mais sobre o que você oferece. Descreva os benefícios, diferenciais, faça uma oferta irresistível, uma descrição das funcionalidades;
  • URL – geralmente esse ponto apresenta problemas já que as URLs que os afiliados possuem direcionam ao mesmo domínio. Mas se você tiver um domínio próprio ficará muito mais fácil fazer o redirecionamento da campanha para ele;
  • Política do Google – é importante ter atenção a política do Google para que não vá contra ela. Também não tente burlar, pois consequências negativas podem ocorrer.

Como melhorar minhas campanhas no Google Ads?

Quer dizer que agora que sei o que é Google Ads basta pagar para que meu anúncio seja veiculado e tudo de bom vai acontecer? Claro que não.

Basicamente, quem oferece mais dinheiro em troca dos cliques é quem tem seu anúncio veiculado em uma ótima posição, mas isso não é uma regra. Afinal, não é sempre que a melhor oferta ganha.

Existem alguns fatores relacionados à qualidade que o Google utiliza para poder fazer a classificação da posição dos anúncios. Para isso, ele utiliza o Ad Rank como base. Isso mostra que não basta simplesmente pagar pelo anúncio, ele precisa ser bom.

O Ad Rank faz uso do Índice de Qualidade ou IQ e do Lance ou CPC máximo como também é chamado. Mas o que isso significa?

Quer dizer que, se seus concorrentes derem lances mais atrativos eles podem não se destacar em relação ao seu anúncio. Para isso, seu índice de qualidade deve ser superior ao deles.

Para calcular seu índice de qualidade o Google vai gerar uma nota que varia do 1 ao 10 e a própria empresa realiza esse cálculo. Essa nota em conjunto com o lance determina a posição do seu anúncio de acordo com a definição da segmentação e a palavra-chave.

Os componentes para o cálculo desse índice são CTR, Página de destino e Relevância.

Para melhorar suas campanhas você deve:

  • Colocar uma URL legível;
  • Usar call to action;
  • Personalizar o anúncio;
  • Usar palavras-chave;
  • Utilizar palavras-chave negativas;
  • Remarketing;
  • Aproveitar as extensões que estão disponíveis;
  • Fazer otimização para mobile.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é Google Ads e como ele funciona, que tal nos contar o que achou do conteúdo? Ele foi útil para você? Tirou suas dúvidas?

Deixe seu comentário e se gostou, compartilhe-o para que seus amigos também o vejam!

scroll to top